blog7

Para o amor existe idade?

Por: Ramy Arany

O tempo contado cronologicamente é um tempo ilusório, pois quando estamos felizes e em harmonia não percebemos o tempo passar, porém, quando estamos em um estado contrário o tempo se torna lento a ponto de não passar. Geralmente relacionamos a idade ao tempo e isto também é discutível, pois o que vemos por fora não é exatamente o que é por dentro. Então eu pergunto: o que é a idade para algo que sentimos e que está além dos nossos olhos físicos, pois se encontra em nossa alma?

É um péssimo costume e até um valor invertido relacionarmos a nossa idade ao tempo e isto nos faz novamente recair sobre a questão do tempo ser uma ilusão, principalmente em relação a esta questão do amor, porque o que envelhece é apenas o nosso corpo físico e não necessariamente nossa alma. Esta não tem idade contada, pois ela é ao mesmo tempo uma criança pura, um ser maduro e uma anciã.

This is image post

Para o amor existe idade?

A alma também pode ser chamada de essência interna e é ela quem ama livre de preconceitos, valores e crenças que possam limitá-la em relação ao amor. O que ocorre é que muitas pessoas se prendem a muitas limitações por exatamente acreditarem em valores e crenças invertidas e acabam não se permitindo ao amor quando ele chega a suas vidas. Sobre estas “coisas” de amor não se tem controle, pois são acontecimentos que acabam aparecendo e dando certo quando nos abrimos verdadeiramente para amarmos e sermos amados.

Em geral existe por parte das pessoas muitos preconceitos quando se trata de relacionamentos, por exemplo na terceira idade ou até mesmo em casos de idades mais avançadas. Há também o caso de precocidade, porém muitas vezes não se trata verdadeiramente de amor, mas sim de estímulos que as crianças e os jovens recebem dos atuais costumes sociais, culturais e educacionais. Parece que a sociedade e as pessoas em geral somente aceitam o amor dentro de uma determinada faixa etária e quando esta é ultrapassada se torna quase que uma aberração.

A mesma situação ocorre, por exemplo, quando O amor se apresenta de diversas formas e, também, evolui conforme nossa maturidadeé mostrado dois velhinhos se beijando e se abraçando dizendo: eu te amo um para o outro! Isto parece que provoca nas pessoas certa rejeição como se os idosos não pudessem amar, namorarem e até se casarem seja qual for a idade que tenham. Sinto que se o corpo físico não agradar os olhos físicos, as pessoas em geral não aceitam que exista amor. Será que o amor somente tem a ver com a estética e a juventude?

O amor se apresenta de diversas formas e, também, evolui conforme nossa maturidade; portanto, o amor não é sempre o mesmo e nem sempre igual. Isto significa que não podemos e não devemos pensar em comparar tipos de amores. Cada ser é um universo de sentimentos e de amor.

Seja em que idade for, quando o amor é verdadeiro ele trás a força da união, da harmonia e da essência da vida. Se o amor chegou para você lembre-se de que você merece e que nunca é tarde para o amor, pois o tempo é uma ilusão!