Entrevistas

Sem espaço para brigas

Por: Ramy Arany

Como é sua relação com a sua sogra? Muita gente reclama que elas são jogo duro, mas além do esforço necessário para que vocês convivam em paz, é preciso estar atenta também se os atritos não estão afetando a relação com seu parceiro. “Essa questão é muito antiga e ocorre em todas as culturas de todas as raças. Ciúme, medos, inseguranças, manipulações, preconceitos, raiva, dentre outros, permeiam os espaços desta relação, que deveriam ser preenchidos de amor, união, compreensão e colaboração”, diz a TERAPEUTA COMPORTAMENTAL RAMY ARANY, diretora do Instituto KVT Feminino.

É muito desafiador compreender por que algumas mães se comportam desta forma, afinal, a maioria das sogras já exerceu ou exerce de alguma forma e em algum momento da vida, o papel de nora. Segundo a terapeuta, “se vocês estão sofrendo com este tipo de interferência, mas se amam e tem certeza que vivem uma relação verdadeira, saiba que o MAIOR ANTÍDOTO PARA SOGRAS INVASIVAS É CONSTRUIR UMA RELAÇÃO FIRME E ESTRUTURADA DO CASAL”.

This is image post

Sem espaço para brigas

“As crianças ficam mimadas e não admitem serem tratadas de um jeito diferente sem que reajam de forma insegura, agressiva e muitas vezes histérica. Neste caso, O PEQUENO TAMBÉM DESENVOLVE UM COMPORTAMENTO EXTREMAMENTE DEPENDENTE DA MÃE e, mostra isto através das inúmeras solicitações que faz da presença materna esperando que ela resolva e decida por ele. A criança não aprende a se defender por não conhecer o poder de sua própria força, POIS SÓ EXPERIMENTA A FORÇA DA MÃE, que corre o risco de interpretar isto como uma resposta do amor do filho para com ela e de como sua presença é de fato importante. É aí que mora o perigo”, explica Ramy.


Veja mais no site Daqui Dali